Pregando Para as Crianças

Muitas vezes, quando pensamos em pregar, imaginamos uma congregação de adultos sentados em silêncio, ouvindo o sermão do ministro. No entanto, as crianças também podem e devem experimentar o tempo do sermão. Como sou ministro de crianças, na maioria das vezes que prego é para crianças. Entretanto, há momentos em que tenho a oportunidade de pregar para toda a nossa congregação. Quando isso acontece, as crianças geralmente estão presentes e estão acostumadas a me ouvir falar. Como a maioria dos ministros, eu tenho sido conhecida por fazer, o que muitos considerariam, uma pergunta retórica durante o sermão. No entanto, há uma criança que sempre grita sua resposta. Seu entusiasmo faz muitas pessoas sorrirem. Pregar para crianças é diferente!

Amo pregar para crianças porque eles recebem a mensagem com tanta honestidade. Quando se presenta o evangelho, não é necessário convencer as crianças de que são pecadoras. Elas sabem disso. Como adultos, às vezes tentamos justificar nossas ações, nosso pecado. As crianças geralmente só acenam quando lhes digo: “Todos pecaram…” Eles aceitam. Da mesma maneira que aceitam o fato de que pecaram, disseram uma mentira, foram desobedientes ou maus, também aceitam facilmente o perdão de Deus. Com muita frequência, como adultos, nos agarramos às nossas justificativas ou culpa. No entanto, Jesus só deseja que nos aproximemos Dele e lidemos com esse pecado; e então, prossigamos em Seu amor. Na verdade, foi Jesus quem nos disse que devemos ter fé como uma criança.

Alguns traziam crianças a Jesus para que ele tocasse nelas, mas os discípulos os repreendiam. Quando Jesus viu isso, ficou indignado e lhes disse: “Deixem vir a mim as crianças, não as impeçam; pois o Reino de Deus pertence aos que são semelhantes a elas. Digo-lhes a verdade: Quem não receber o Reino de Deus como uma criança, nunca entrará nele”. Em seguida, tomou as crianças nos braços, impôs-lhes as mãos e as abençoou. Marcos 10:13-16 (NVI)

É claro que Jesus ama e valoriza as crianças. Ele valoriza a fé delas. Como adultos, é nossa responsabilidade treinar, ensinar, e sim, pregar para as crianças para ajudá-las a crescer em seu relacionamento com Deus. Enquanto pregar para crianças será um pouco diferente de pregar para adultos, nunca subestime a capacidade da criança de compreender um sermão e responder ao chamado de Deus. Então, como podemos pregar um sermão que as crianças entendam e impacte sua fé?

Primeiro, seja autêntico e real. Se pregar sobre perdão, admita que às vezes é difícil para você perdoar. De maneiras apropriadas à idade, esteja disposto a dizer às crianças como Deus o ajudou a superar uma dificuldade em sua própria vida. Adoro contar histórias às crianças de momentos em que Deus se moveu em minha vida ou na vida de pessoas que conheço. Muitas de nossas lutas se estendem por gerações, e as crianças precisam saber que as verdades bíblicas se aplicarão a elas todos os dias de suas vidas, não apenas como crianças.

Em seguida, compartilhe sempre uma verdade bíblica, não apenas uma história bíblica. As histórias da Bíblia foram escritas para nos ensinar sobre o plano de redenção de Deus e como viver. Não basta que as crianças conheçam a história de Noé e da Arca. As crianças precisam reconhecer que é possível viver em santidade em um mundo profano, assim como Noé viveu. Se quisermos que as crianças aprendam a ser gentis com seus inimigos ou a perdoar os outros, podemos pregar usando a história de José perdoando seus irmãos, enquanto nos concentramos na verdade de que Deus quer que nos comportemos da mesma maneira. Ao apresentar uma verdade bíblica, juntamente com uma história bíblica, as crianças começam a reconhecer que a Bíblia não é apenas uma coleção de histórias divertidas. Ela também se aplica às suas vidas hoje em dia.

Além disso, durante um sermão para crianças, seja muito claro sobre o que você quer transmitir. As crianças ainda não desenvolveram a capacidade de pensar abstratamente, portanto um sermão sobre Jesus ser água viva ou o pão da vida pode não ser a melhor escolha. Em vez disso, as crianças podem entender a ideia de que Jesus supre nossas necessidades. Quando você acrescentar na história sobre Jesus alimentando os 5.000, bem como um tempo em que Deus atendeu a uma necessidade pessoal para você, as crianças verão Deus em ação. Entretanto, em seu entusiasmo para pregar e compartilhar com as crianças, lembre-se de que elas só podem ouvir por um tempo limitado; portanto, seja breve.  Isto pode não ser uma má ideia quando pregar para os adultos também!

Finalmente, dê às crianças uma oportunidade de responder à mensagem. Com muita frequência pregamos para as crianças sem lhes dar uma oportunidade de agir sobre o que Deus está falando a seus corações. Quantas vezes durante um sermão sentimos a convicção ou o chamado de Deus e precisamos passar tempo no altar orando? Nossas crianças também precisam desses momentos. Há muitas maneiras de proporcionar às crianças a oportunidade de responder — convide as crianças ao altar para orar; permita que elas desenhem suas orações no papel; toque uma música suave enquanto elas conversam com Deus. Independentemente do método, ajude as crianças a experimentar Deus em oração. Eu era uma menina quando me ajoelhei diante de minha cadeira durante a escola dominical e pedi a Jesus que perdoasse os meus pecados. Esse momento significativo aconteceu porque minha professora da escola dominical não me contou apenas a história de Jesus, ela me deu a oportunidade de falar com Ele.

A melhor parte de pregar para crianças é quando você percebe que elas realmente compreendem. As crianças se contraem com a culpa porque reconhecem seu pecado.  Elas vão assentir quando admitirem que estão enfrentando dificuldades com o tema naquele dia. Mais importante ainda, as crianças se curvarão diante de Deus pedindo Sua ajuda. É uma honra e um privilégio desempenhar um pequeno papel no que Deus está fazendo na vida das crianças.

Por que é importante investir na vida espiritual das crianças? A maioria das pessoas que aceitam Cristo o fará entre os 4 e 14 anos de idade. Aos 13 anos de idade, a maioria dos sistemas de crenças dos indivíduos está estabelecida. Vamos pregar para as crianças no momento em que elas estão mais abertas para ouvir a Palavra de Deus e responder à sua mensagem.